Bolo de batata… porque o bacalhau está caro!!!

img_6805

Ora, quem gosta de bolinhos de bacalhau? Gostam todos? Pá, mas isto não são bolinhos de bacalhau. O bacalhau anda a 10€/kg (no mínimo)! Eu não tenho uma árvore de notas na varanda! Já bastam os meus gatos a comer as ervas!

Portanto, e seguindo as instruções da pessoa mais sábia que conheço na cozinha – a minha mãe – deixo-vos com uma receita de bolos de batata e couve, que é a coisinha “mais boa” do planeta.

img_6800

Ingredientes:
500gr de batata
6 folhas de couve penca
1 ovo
Farinha de trigo
Salsa a gosto
Sal a gosto
Passos:
1: Descascar as batatas e cozer com as couves.
2: Depois de cozidas, manualmente, reduzir tudo a um puré 
(trabalhai que essas mãos servem para isso).
3: Bater um ovo e adicionar ao puré, misturando tudo muito bem.
(Se for com as mãos fica bem nojento ;) )
4: Temperar com sal e adicionar a salsa picada 
(não é enfiar meio kg de salsa como eu faço).
5: Ir adicionando a farinha aos poucos até ficarem com uma 
consistência ao vosso gosto. 
(No meu caso, o preparado deve se segurar sozinho mas 
apresentar-se bastante húmido ao toque)
6: Numa frigideira, meter o óleo a aquecer.
(Quem pensou que isto era saudável, enganou-se bem)
7: Colocar farinha num prato. Ir tirando pequenas quantidades
do preparado, moldar em bola e passar pela farinha.
(Eu gosto de bolas mas formato croquete é bom)
8: Com o óleo bem quente, colocar as vossas bolas a fritar.
(Ou as vossas croquetes, tanto faz)
9: Retirar quando as bolas se apresentarem com um tom dourado.
(Tom dourado é diferente de tom castanho torrado)
(Acreditem que eu sei)
10: Colocar as vossas bolas num prato com papel absorvente.
(Com a quantidade de óleo que aquilo vem, dá para trocar
o óleo de um carro durante 5 anos)

voilá! Habemus bolinhos de batata. Claro que isto com bacalhau é outra coisa, mas não se pode ter tudo.

img_6803


Outros detalhes:

Sem lactose: Sem problema aqui.

Sem glúten: Usar farinha sem glúten. Digo já que farinha de grão de bico dá uma tonalidade bonita.

Vegan: Deixai rolar o ovo! Podem sempre adicionar um bocadinho de cúrcuma/açafrão das Índias caso queiram um interior mais amarelinho. Mas também posso fazer isto com chouriço portanto não reclamem muito!

Paleo: Acho que não passa por causa da farinha e talvez da batata! Desenrasquem-se!

Low carbAH! Não vão comer disto, não!

Keto: Também não passa devido à quantidade de hidratos de carbono! Eu já referi que não era saudável?!

Sem adoçante nenhum: Pelo menos a salvo nisto!

Outros: Obviamente que podem tornar isto mais saudável cozinhando no forno! Forrem um tabuleiro a papel vegetal e pincelem-no com azeite (POUCO AZEITE). Meter no forno a 200ºC e ir verificando a cozedura (devem ser por volta de 15 a 20 minutos). Virar quando acharem que devem virar para que cozinhe dos dois lados (ou ai aos 10 minutos.

Outros 2: Podem também adicionar outros vegetais tipo cenoura ripada, curgete, cebola. Também podem fazer a base com batata doce por serem ranhosos com o amido da batata.

Se tudo correu bem, ficaram com uns bolinhos saborosos e com uma cozinha para lavar! Experimentem e mostrem! E podem vir cá comer qualquer dia! E já agora, fiquem com a foto de um gato!

img_6525

Anúncios

Noodles com Legumes e Carne

Também se podia chamar massa com legumes e carne, ou carne salteada com legumes e noodles, e uma infinidade de outras coisas, mas decidi meter este título.

Apesar do meu Instagram estar recheado de comida, admito que não tenho deixado cá grandes receitas. Deixo esta e só porque perguntei se alguém a queria.



IMG_20180518_204942.jpg

Ingredientes:

Noodles de trigo sarraceno e de trigo branco (Tipo soba) para duas pessoas
300gr Carne de porco em cubos (Lombo é sempre mais tenro)
60gr Cogumelos laminados (mas frescos nas enlatado)
1 pimento vermelho pequeno em pedaços ou peçam à Juliana para o cortar
1 molho de espinafres lavado (mas um bocadinho de terra não faz mal a ninguém)
1 cebola pequena picada (inteira não fica bem)
Azeite q.b. (porque os meus tachos pegam)
Pimenta preta moída q.b.
Tomilho q.b.
Salsa q.b.
1 folha de louro
Cebolinho q.b.
Alfazema em flor q.b.

Modo de Preparação:

Depois de todos os ingredientes preparados, meter azeite no wok ou frigideira funda, deixar aquecer e adicionar a cebola e o louro, e deixar a cebola lourar. Entretanto, cozer os noodles em água a ferver durante 4 minutos (ou leiam a receita da embalagem para cozer os noodles em água).

No wok, adicionar os pimentos e deixar cozinhar durante 5 minutos (não se esqueçam de mexer eventualmente). Adicionar a carne e os cogumelos e deixam cozinhar, mexendo ocasionalmente, para que a carne fique bem cozinhada. Quando a carne, pimento e cogumelos estiverem cozinhados, temperar com pimenta e tomilho, cozinhar mais 1 ou dois minutos e desligar o fogo.

Creio que, se tudo correu bem, mais ou menos quando a carne e cogumelos estiverem a acabar de cozinhar, já os noodles estão cozidos. Coar e passar os noodles por água fria, de maneira a tirar a goma em excesso. Visto que a pimenta e o tomilho já estão na mistura, peguem nos noodles e os espinafres e metam no wok e misturem tudo muito bem (não precisam de voltar a ligar o fogo) e deixem estar alguns minutos.

Só falta então colocar no prato e meter cebolinho, salsa e alfazema por cima (tudo picado que ninguém gosta de ramos de flor). Espero que gostem!


Outros detalhes:

Isto já não tem lactose, mas se querem:

Sem glutén – colocar só noodles de trigo sarraceno ou de arroz;

Vegan – Trocar a carne por tofu fumado ou seitan pré-temperado;

Outras carnes – Façam com frango que o porco é só gordura. Vaca também funciona se for carne tenra.

Paleo – Não vou assim tão longe mas creio que têm de trocar os noodles por noodles de curgete ou de batata doce. Não estou muito a par disso.

Experimentem e mandem fotos! Gosto sempre de ver os vossos pratos!

Legumes no forno

Comer legumes cá em casa é um suplício. Não para mim, mas para ela. O que quer que eu pergunte, ela vai dizer que não gosta… portanto cheguei à conclusão que, se os legumes já estiverem cozinhados quando ela chegar a casa, que remédio tem ela senão os comer.

É verdade que há muitas coisas fáceis de fazer, mas uma das que esta no topo é legumes no forno. Literalmente é, cortar legumes, temperar, atirá-los para dentro do forno e esperar que fiquem prontos. A única dificuldade e não os deixar queimar, o qual não é muito difícil.

IMG_20180403_123716

Embora os possam fazer individualmente, se os misturarem poupam tempo a cozinhar e podem guardar o que sobra para o dia seguinte. Nem todos ligam bem, ate porque nabos demoram mais que espargos a assar, mas podemos sempre ter algumas misturas que assam bem juntas.


Ingredientes:

Espargos (1 molho / cerca de 200 gr)
Brócolos (1 cabeça / cerca de 200 gr
Pimento vermelho em tiras (utilizei 1/2 pimentos porque não tinha mais)
Sal marinho q.b.
Pimenta preta q.b.
Alecrim q.b.
Azeite extra virgem q.b.

IMG_20180403_110318

Modo de Preparação:

Lavar todos os vegetais a utilizar. Separar os brócolos em pequenas cabeças. Colocar tudo numa assadeira larga e temperar com o sal, pimento, alecrim e azeite a gosto. Não tenham medo de meter azeite que vai precisar desse pouco de gordura.

Meter o preparado no forno a 210ºC durante 30 minutos (ou 230ºC durante 20 minutos). Aos 10 minutos, mexer os legumes para ficarem assados uniformemente.


IMG_20180403_125737

E já está! Os tempos são meramente indicativos. Eu acho que se ficarem mais tostados ficam melhor, mas há sempre quem não goste. Habituem-se a observá-los e a parar quando estiverem ao vosso gosto. Para os amantes de carne, adicionem bacon à vontade!

Eu também assei umas batatas à mistura mas elas têm um tempo de assar mais alto portanto tirei primeiro os legumes e deixei as batatas mais um bocado no forno.

Têm alguma mistura favorita?